pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Tamar apresenta cinco painéis em fórum nacional de educação ambiental

04/04/2012 - O VII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, um dos mais importantes eventos da especialidade realizado no país, abordou o tema Educação Ambiental: Rumo à Rio+20 e às Sociedades Sustentáveis. Leia mais. ↓

Tamar apresenta cinco painéis em fórum nacional de educação ambiental

Os trabalhos apresentados destacaram a importância da Educação Ambiental para a conservação das tartarugas marinhas

O Projeto Tamar/ICMBio acaba de participar do VII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, realizado pela primeira vez na Bahia, em Salvador, no final de março (28 a 31/3), apresentando cinco painéis de programas de sensibilização e educação ambiental. Este fórum é o mais importante evento da especialidade realizado no país. Nesta edição, buscando fortalecer a política nacional para o setor, abordou o tema Educação Ambiental: Rumo à Rio+20 e às Sociedades Sustentáveis.

Os principais eixos temáticos foram os seguintes: articulação em rede das ações de educadores ambientais brasileiros; a Rio+20, conferência da Onu sobre desenvolvimento sustentável que ocorrerá no Rio de Janeiro, de 13 a 22 de junho próximo; e o Tratado de Educação Ambiental para Sociedades Sustentáveis e Responsabilidade Global.

Representado por pesquisadores das suas equipes de várias regionais no país, o Tamar apresentou cinco painéis sobre alguns dos seus programas de educação ambiental, principalmente os direcionados a crianças e adolescentes:

- Nacional (CE, SE, BA, ES e SP): Tamar e futuras gerações aliados na conservação das tartarugas marinhas;

- Ceará: Centro de Educação Ambiental - Envolvimento social para conservar tartarugas marinhas em Almofala;

- Pernambuco: Férias ecológicas de Fernando de Noronha/2012 (ação Biomar junto ao Golfinho Rotador);

- Bahia-Arembepe: Meio ambiente, cultura e inclusão social;

- São Paulo-Ubatuba: Tartarugas marinhas vivendo livre no mar.

O fórum foi realizado pela Rede Brasileira de Educação Ambiental-Rebea, formada pela articulação de aproximadamente 45 redes e coletivos de educação ambiental ativas no país, inclusive na Bahia, e Instituto Roerich de Paz e Cultura do Brasil, com organização da Tattica Organização&Marketing de Eventos.

Novas normas para o setor foram anunciadas durante o fórum

Durante o VII Fórum Brasileiro de Educação Ambiental, o Diário da Oficial da União publicou nova norma que pode mudar a prática dos licenciamentos ambientais no país. Trata-se da Instrução Normativa n. 2/2012, do Ibama, regulamentando os já obrigatórios projetos de educação ambiental nos processos de licenciamento de empreendimentos e obras no país.

O anúncio foi feito pelo diretor de Educação Ambiental do Ministério do Meio Ambiente, Nilo Diniz, durante a mesa redonda Políticas Públicas de Educação Ambiental no Brasil. Segundo ele, o importante é que a norma trata não só da elaboração e implementação da educação ambiental pelo empreendedor, mas também prevê o monitoramento e avaliação.

Essa regulamentação é uma reivindicação antiga do setor, pois, como lembrou Diniz, uma parcela de empreendedores ainda pensa que o licenciamento é só mais uma obrigação burocrática a cumprir, uma espécie de carimbo que a obra precisa ter para ser realizada, quando na verdade se trata de um instrumento de sustentabilidade. “Nessa perspectiva, o fator educação é fundamental - e agora temos uma referência de como implementar”, completou.

 Presidente da Câmara Técnica de Educação Ambiental no Conselho Nacional do Meio Ambiente (Conama), Nilo Diniz diz que o próximo passo é apresentar a norma aos demais conselheiros, com a proposta de torná-la uma Resolução Conama, com força de lei.

 

Tartaruga de couro ou gigante

Praia do Forte - BA

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores