pagina inicial
Tartarugas Marinhas
Visite o Tamar
O que fazemos
Onde estamos
Mais informações

Guias de Turismo com olhares para as tartarugas marinhas em Ubatuba!

26/10/2023 - No mês de setembro, a Fundação Projeto Tamar em Ubatuba ministrou a 9ª Edição do Curso de Observação de Tartarugas Marinhas para Guias de Turismo. ↓

A iniciativa surgiu da parceria da Fundação com a Secretaria Municipal de Turismo, em 2014, e há cinco anos vem sendo realizada com o Curso Técnico em Formação de Guias de Turismo, da Escola Municipal Presidente Tancredo de Almeida Neves, sob a coordenação do Prof. Rafael Flori que avalia: “Desde 2019, esta colaboração tem sido um sucesso notável, proporcionando aos alunos do curso Pós-médio em Guia de Turismo uma experiência valiosa!”

A proposta do curso é compartilhar conhecimentos e experiências sobre as tartarugas com os guias de turismo, de forma que possam aproveitar e valorizar a presença desses animais em Ubatuba. Nas palavras da aluna Maíra Carvalho, “O curso de observação de Tartarugas foi uma oportunidade de aprendizado e de vivência, com uma perspectiva sobre um importante aspecto da nossa profissão: a observação da fauna. Une o turismo à educação ambiental, o que nos torna muito privilegiados por viver e trabalhar em Ubatuba, um hotspot da área!

O litoral norte de SP é formado por centenas de praias intercaladas por extensos costões rochosos, ambiente que propícia refúgio e alimentação para juvenis de tartarugas verdes. Em diversos locais, a depender das marés e visibilidade da água, é possível observar as tartarugas se alimentando bem próximas dos pontos de avistagem.


Tartaruga verde avistada durante aula prática na Praia do Itaguá

Com carga horária de 12 horas, entre teoria e prática, o curso aborda o Turismo de observação de fauna, as iniciativas de observação de tartarugas no Brasil e em outros locais do mundo e aspectos da biologia das tartarugas marinhas, com ênfase na tartaruga verde, espécie mais encontrada na região.

Também são apresentados os principais mirantes e trilhas onde podem ser observadas as tartarugas, conforme apontado pelo aluno José Diones: “Aprendi alguns dos locais e a condições onde é possível avistar elas (as tartarugas) em Ubatuba, que muitas vezes passam despercebidas ao nosso olhar sem treinamento, finalizando no Projeto Tamar”


Aula prática realizada no “caminho do cais” na Praia do Itaguá

Segundo Henrique Becker, da Fundação Projeto Tamar, “ O curso não tem a ambição de criar um “turtle watching” (turismo de observação de tartarugas), mas sim inserir o tema e a atividade prática de observação nas atividades turísticas já realizadas no município, aprimorando a capacitação dos guias, agregando valor aos serviços prestados e ampliando a atratividade das práticas do ecoturismo realizadas em Ubatuba!

A última aula teórica aborda a legislação de proteção das tartarugas marinhas, as boas práticas na atividade de observação, e também orientações sobre o que não se deve fazer. Capturar as tartarugas para fazer “selfies”, “pegar carona” com as tartarugas, oferecer alimento como forma de acostumar os animais com a proximidade com os turistas são práticas ilegais que infelizmente acontecem e devem ser denunciadas por configurar molestamento da fauna.

A aluna Jaqueline Simone Lee explica que “as conversas com a equipe do Projeto Tamar orientam, planejam e dialogam a respeito de como projetos podem ser executados para que a preservação das espécies das tartarugas marinhas sejam mantidas junto ao cidadão cientista e demais profissionais, como os profissionais do Turismo, entre outros”.

Claudinei Bernardes, experiente Guia de Turismo de Ubatuba e aluno da primeira turma do curso, em 2014 traz uma avaliação do curso: “O Curso de Observação de Tartarugas Marinhas promovido pelo Projeto Tamar foi de grande relevância para aprimorar e expandir os conhecimentos sobre as tartarugas, me possibilitando na condição de guia de turismo promover com segurança e qualidade informações aos visitantes sobre essa espécie de animal marinho presente em nossa costa. Já na condição de gestor da operadora, vimos uma oportunidade para criarmos um roteiro de observação de tartaruga com a segurança e confiança que a formação nos trouxe, conciliando boas práticas na operação com informações relevantes sobre o comportamento das tartarugas marinhas, de forma a despertar no cliente a curiosidade pelo animal, interesse pela sua conservação e pelas iniciativas do Projeto Tamar.

Ao término do curso, foi discutida entre os alunos a proposta de mapear os principais pontos de avistagem de tartarugas no município, bem como as condições climáticas para melhor aproveitamento da atividade.

 “Essa parceria continua a ser um exemplo brilhante de como a educação e a preservação ambiental podem andar de mãos dadas, preparando a próxima geração de guias de turismo com um profundo respeito pela natureza e seu papel na proteção das tartarugas marinhas”, conclui Rafael Flori.

Tartaruga Tartaruga-cabeçuda ou Tartaruga-mestiça

FUNDAÇÃO PROJETO TAMAR FLORIANÓPOLIS - SC

Centro de Visitantes

Mais informações - Visualizar informações anteriores

Petrobras